as melhores manobras

 

1. Um kickflip é um truque difícil para aprender mas não é impossível, e é o truque que você precisa aprender antes de você ser bom, 
2. Colocação do pé: pé da frente, na extremidade do skate (heelside) e deve ser virado ligeiramente. Pé de trás, posição de ollie normal. 
3. De um Ollie e quando você estiver deslizando seu pé deslize-o para fora do shape. 
4. O shape deve fazer um flip. Deixe o skate girar debaixo de suas pernas e pegue quando a lixa reaparecer .

360º Kickflip

360flip1.gif (19626 bytes)360flip2.gif (43637 bytes)

1. Coloque seu pé de trás na ponta do tail para pular melhor. 
2. Chute seu skate com seu pé de trás para uma melhor rotação. 
3. Guie seu skate para cima com seu pé dianteiro use um movimento de kickflip. 
4. Deixe seu skate girar entre suas pernas. 
5. Mantenha seus pés alinhados com seus ombros. 

Fakie Kickflip

fakie1.gif (17844 bytes)fakie2.gif (17844 bytes)

1. Esta manobra é como um kickflip normal, a única diferença é que você anda em fakie. 
2. Primeiro aprenda como fazer ollies em fakie e será capaz de fazer um kickflip. 
3. Ande de costas e faça um ollie em fakie. 
4. Como você está fazendo um ollie, chute o skate com seu pé dianteiro isso fará o kickflip. 
5. Pegue seu skate, e nivele-o.

Half Cap

1. Para fazer um half cap, vá em fakie, então faça um backside ollie e continue.

Nollie Flip

nflip1.gif (42624 bytes)nflip2.gif (45495 bytes)

1. Fique em seu skate do mesmo modo que você iria fazer um nollie, só que deixe seu pé de trás pendurado um pouco para fora. 
2. De um nollie e simultaneamente chute seu skate para baixo . Isto fará um flip. 
3. Assista seu flip depois pegue o skate com seu pé dianteiro. 
4. Depois é só cair em cima dos trucks e continuar andando.

Shifty

1. Faça um Ollie. Dobre bem os joelhos. 
2. Quando as quatro rodinhas sairem do chão e seu pé da frente estiver deslizando no skate, use seu pé da frente para controlar o skate como se você fosse fazer um 180º atrasado. É quase a mesma coisa frontside e backside, por isso não force muito no princípio. 
3.Quando você tiver shiftado ao máximo, simplesmente vire o skate novamente. O cume do shifty deve corresponder ao cume de seu ollie. Seu pé de trás é importante no reposicionamento do skate no chão. 
4. Quando você aterrisar ,esteja seguro que o skate está totalmente de frente a direção que você vai. 
Nota: Comece com shifties de frontside, então vá de backside, depois fakie, nollie, switchstance, kickflip, no-comply, etc.

Frontside Pop Shove-It

frontpop1.jpg (18221 bytes)frontpop2.jpg (17659 bytes)

1. Primeiro aprenda frontside 180º ollies. Por que eu deveria aprender frontsides 180s primeiro? Porque é quase a mesma coisa, mas com mais uma volta. 
2. Ollie e com seu pé de trás, dê um empurrão no nose do skate. É quase como seu pé de trás começa a fazer um frontside 180º, então, na última hora, volta a palavra. Não chute muito o skate senão irá girar 360º graus. 
3. Assista o skate girar debaixo de você 180º graus. 
4. Tenta pegar seu skate no ar. Pronto.

Frontside Flip

fflip1.jpg (13754 bytes)fflip2.jpg (15057 bytes)

1. Primeiro aprenda frontside 180º ollies e kickflips. 
2. Aproxime o obstáculo em uma posição de kickflip. 
3. Como você bate o tail em um ollie, vire seus ombros em frontside e de um flip no skate. 
4. Pare a rotação e pegue o skate com seus pés e pronto.

Big Spin

bigs.jpg (32320 bytes)

1. Lugar coloque o calcanhar de seu pé de trás no tail como se você fosse fazer um Pop shove-it, e coloque seu pé dianteiro no centro da skate, dedos do pé apontam ligeiramente para o nose. 
2. Você vai fazer um backside 180º e 360º Pop Shove-it simultaneamente. Assim, comece seu backside 180º ollie batendo o tail mas em vez de deixar que o 180º aconteça, chute o tail com seu pé de trás. Faça o skate girar mas tenha cuidado para não cometer um engano comum de fazer um 360 pressure flip em vez de um shove-it; o melhor modo de assegurar e bater no meio do tail. 
3. Você estará agora em backside 180ndo e o skate num shove-it 360 debaixo de você . Aqui é onde seu pé dianteiro é importante: o pé deve ficar parado sobre o skate girando para assegurar que ele não vai dar outro filp e que você parará o flip na hora certa do 360º. 4. Depois que o skate for 360º e você 180º, é hora de aterrissar para aterrissar seus pés deveriam estar na posição de pós-backside - cada pé fica em cima de cada truck - e seu peso centralizado. 

Caballerial

cabal.jpg (33123 bytes)

1. Aproxime-se da rampa em fakie; Quando você começar a transição, começa a torcer seu corpo em sentido horário (para direita se sua base for goofy). 
2. Quando suas rodas de trás baterem, faça um fakie ollie. 
3. Levante ambos os joelhos a seu corpo enquanto girar 360º. 
4. Quando você terminar a última metade da rotação, começe a fazer sua aterrissagem, e guia a tábua ao seu redor. 
5. Logo antes de aterrissar, tire o peso de suas pernas e abaixa o skate na rampa.

Backside 180º Flip

180flip.jpg (48538 bytes)

1. Aproxime-se do obstáculo a uma alta velocidade. Posicione seu pé dianteiro para ele ficar em 45º através do skate e logo atrás dos seus parafusos do truck dianteiro. 
2. Dobre ambas as pernas igualmente. Vire seus ombros e cabeça. Então, de um ollie e um flip no skate; o mais alto que você levantar seu pé de trás, o mais alto seu backside 180 kickflip será. 
3. Como você pega o skate na altura máxima, coloque suas pernas denovo no skate. Você deve sair em switch.

180º No Comply

nocomply.jpg (33458 bytes)

1. Aproxime-se do obstáculo. 
2. Se abaixe bem antes da manobra, tire seu pé da frente e coloque-o no chão ao seu lado. 
3. Assim que seu pé dianteiro estiver no solo, bata o tail - isto fará o skate pular. 
4. Quando estiver no ar, guie o skate com seu pé de trás. Você pode guia-lo com um shove-it, mas aqui você vai guiar um 180º. O fator mais importante quando você estiver fazendo este truque é fazer tudo ao mesmo tempo. Logo antes do skate bater no chão, empurre-o com seu pé dianteiro e salte no o skate que tenta voar
.

Fakie180º

1. Ande em fakie e faça um 180º.

Pivot Fakie

pivotfak.jpg (46595 bytes)

1. Aprenda fakies, assim você se acostuma à sensação de fakies de backward e também de pivot. 
2. Aproxime-se do obstáculo como se você fosse fazer um fakie, só que você precisará de mais velocidade. 
3. Pegue os trucks dianteiros no obstáculo, começe a endireitar sua perna dianteira enquanto gira 90º ao mesmo tempo com parte baixa de seu corpo. Coloque seu peso no truck de trás e troque o peso para o pé de trás. 
4. Uma vez que o truck entra em contato com o obstáculo, seu peso deve estar 100% no pé de trás. 
5. Neste momento seu peso deve estar em algum lugar entre o shape e o tail. Ajuda ficar olhando para frente. 
6. Dobre seus joelhos dianteiros para ajudar a sair da lixa; ao mesmo tempo, coloque seu peso para o dedão do pé dianteiro. 
7. A segunda metade desta manobra é idêntica a primeira: mantenha seus trucks dianteiros no alto assim você pode passar o obstáculo. Se lembre de manter seu peso centralizado. Depois abaixe o fakie pivot, tente grinds (5-O para fakie) ou de um ollie ou bata isso para fakie.

Frontside 180º

frontside180.jpg (25645 bytes)

1. Antes de tentar aprenda bem ollies 180º. 
2. Um frontside 180º deve ser praticado com velocidade que ajuda no processo do giro 180º enquanto pular. Assim, tente bastante. 
3. Para a manobra, dobre seus joelhos e de um ollie. 
4. No pulo deslize seu pé pro nose, comece a virar seu corpo. 
5. A parte importante do 180º, aspecto do 180º ollie, é a velocidade da sua rotação. Um frontside 180º (backside, também, no que diz respeito ao assunto) tem que começar imediatamente a rotação ao bater o tail e tem que terminar da mesma maneira que as rodas estão aterrissando. Há uma coisa que você precisa se lembrar : quanto mais tempo você está no ar, o mais lento você tem que virar. 6. Releia o 5, até entender. 
7. Aterrisse com seus joelhos dobrados e convença-se que você vai para trás. Se sua mente está confusa e enlouquece, você não vai sangrar. Não que aquela hemorragia seja necessariamente uma coisa ruim, mas é bom se você fizer isso menos que uma vez por dia.

Backside 180º

bs180.jpg (48775 bytes)

1. Pegue velocidade 
2. Coloque seus pés na posição de ollie normal (entretanto você pode querer colocar seu pé dianteiro um pouco mais perto do nose de seu skate até que você se sinta a vontade com a manobra...) 
3. De um ollie. 
4. Imediatamente, você precisará começar sua rotação para trás e se lembrar de que a velocidade de sua rotação deve ser ajustada para o backside 180º. Por exemplo: se você está fazendo um pouco rápido para se virar de normal para fakie, você precisará virar depressa, mas se você é backsider, você vai preferir girar lentamente, assim você não girará por cima. 
5. Girar corretamente e manter o equilíbrio para aterrissar, tem que virar seu corpo inteiro. 
6. Quando você aterrissar, tente colocar as quatro rodas ao mesmo tempo. Seu peso deve estar centrado em cima de seu skate - colocar peso no nose ou tail pode ser desastroso. Seus ombros devem estar em linha com seu skate, seus braços se elevam para o equilíbrio. 
7. Se lembre de absorver o impacto da aterrissagem com seus joelhos e não do calcanhar . E se você está pulando de backside 180º de algo alto, evite quebrar o skate, aterrisse diretamente com seus pés em cima dos trucks. 
8. Você aterrissou, vá em fakie, ou backside, ou switchstance, ou oque você quiser.

 

Ao contrário do que muita gente pensa, os patins in line (com as rodinhas alinhadas em um único eixo) surgiram muito antes dos tradicionais de dois eixos, também chamados de “quad” – aqueles com dois pares de rodas paralelas.


Foi no século XVIII, na Holanda, que nasceram os primeiros in line, inspirados na patinação no gelo e patenteados anos mais tarde na França, por Monsieur Petitbled.


No Brasil, segundo a Federação Paulista de Hóquei e Patinação, o modelo chegou nos anos 90, virou febre entre os adolescentes e dividiu espaço com o skate, já bastante popular. A principal característica que diferenciou os patins inline dos quads foi a ausência do freio dianteiro, considerado mais perigoso na realização de derrapagens e manobras do que a trava acoplada na parte de trás do patim.


No início, os patins in line eram usados unicamente para o lazer, mas pouco a pouco começaram a ser vistos como esporte: obstáculos urbanos como escadas, rampas e corrimões eram o espaço perfeito para saltos e manobras radicais, dando margem para o surgimento da modalidade street, a mais popular entre os praticantes.


A primeira aparição dos patins in line em grandes competições foi nos Jogos Pan-americanos de 1973, apenas como demonstração e só mais tarde, em 1987, passou a fazer parte da programação. Hoje, o número de atletas que praticam ainda não é preciso, já que não existe uma organização formal destinada unicamente aos patins in line. Mas segundo João Paulo Portes, um dos principais introdutores do esporte no país, “existe uma organização informal que funciona muito bem e que está amadurecendo para se tornar uma federação oficial”.


Principais modalidades do in line:


- Slalom Inline: Consiste em patinar em alta velocidade entre cones estáticos. O atleta deve executar manobras e fazer o percurso no menor tempo possível.

- High Jump: Nada mais nada menos que saltos sobre rodas.

- Street: Saltar, correr e fazer manobras tendo a própria cidade como cenário. O atleta interage com elementos urbanos como corrimões, escadarias, telhado, bancos e rampas.

- Vert: São as mesmas manobras do Street, mas realizadas em rampa com formato de “U” (Half Pipe).

- Park: Modalidade praticada em pistas especializadas com obstáculos pré-produzidos. Um circuito com rampas, cones e degraus construídos especialmente para a prática da categoria.


Esportes Radicais na TV iG


TV iG preparou uma série com 8 episódios para apresentar diferentes esportes radicais sob a visão de um atleta.

A ideia é fazer com que o internauta se sinta dentro da manobra e experimente um pouco da sensação de se praticar esportes que unem adrenalina e muito preparo físico.


O vídeo mostra o que o in line representa para o profissional Daniel Franco, praticante da modalidade há 16 anos.


É importante lembrar que para a prática de qualquer esporte radical o atleta deve fazer uso de equipamentos de segurança adequados. Os acessórios são pré-requisito já que estão diretamente relacionados ao desempenho do atleta e principalmente à prevenção de acidentes.

Aqui vai um manual bem interessante para aprender manobras de bike.Junto com ele a explicaçao do que é a manobra e como se faz,sabemos tambem que a varias maneiras de fazer a mesma manobra, mas vai algumas  umas dica.

Saltar uma Mesa

Saltar um Duplo

 

 
jump de
2nd

 

A única diferença entre Mesa e Duplo é que a Mesa não tem “buraco” entre a rampa de lançamento e a aterragem, ao contrario do Duplo. A técnica para passar estes dois saltos é exactamente a mesma:

  1. Tenho de ir em posição de equilibrio (pés ao mesmo nível), Velocidade adequada ao comprimento e altura do salto e tenho de ir concentrado no que vou fazer.

  2. Na rampa de lançamento tenho de deixar a bike fluir pela rampa para poder ganhar alguma altura.

  3. No ar tenho manter o equilibrio compensando com peso do meu corpo.

  4. Quando começo a descer meto a bike mais ou menos paralela a aterragem, de modo a não haver impacto.

Saltar um Transfer / Hip

tranfer

O transfer / hip é um salto em que a aterragem não esta na mesma direcção do salto, pode estar a 45º, a 90º,… é basicamente um Duplo ou Mesa com aterragem deslocada para um dos lados, a técnica para passar um transfer é prácticamente a mesma:

  1. Tenho de ir em posição de equilibrio (pés ao mesmo nível), Velocidade adequada ao comprimento e altura do salto e tenho de ir concentrado no que vou fazer.

  2. Na rampa de lançamento ou deixo a bike fluir para a “virar no ar”(na direcção da aterragem) ou saio um pouco obliquamente na rampa de chamado de modo a aque a bike saia já a “virar no ar”.

  3. No ar tenho manter o equilibrio compensando com peso do meu corpo.

  4. Quando começo a descer meto a bike mais ou menos paralela a aterragem, de modo a não haver impacto.

Saltar um Drop

Saltar um Gap

 Os Drop’s e Gap’s são identicos por que ambos são saltos na vertical sem rampa de lançamento, a única diferença é que o Drop tem a aterragem junto ao “buraco” e o Gap tem aterragem afastada do “buraco”, existem Gap’s de diferentes tipos dependendo do tipo de óbstáculo que esta entre a zona de lançamento e a aterragem: Rio/Riacho – River Gap; Estrada/Caminho – Road Gap; Escadas – Stair Gap;

Saltar um River Gap

Saltar um Road Gap

Saltar um Stair Gap

A técnica para saltar um Drop é:

  1. Vou para o Drop em posição de equilibrio, devagar e concentrado.

  2. Quando a roda da frente chega perto do “buraco” puxo o guiador e a roda da frente de modo a qule a bike se mantenha ligeiramente levantada até a roda de tráz passar o “buraco”.

  3. No ar equibro a bike compensadoo com o peso do corpo.

  4. No final a aterragem depende se o drop é para “Flat” ou se tem uma aterragem: Com aterragem apenas tenho de meter a bike mais ou menos paralela a aterragem e ir com pernar e braços ligeiramente fletidos para amortecer o impacto; Para “Flat” implica uma maior técnica de amortecimento, em que tenho de cair primeiro com rod de tráz e amortecer o impacto quase todo com as pernas.

Para saltar um Gap:

  1. Vou para Gap em posição de equibrio com muito mais velocidade que no Drop.

  2. Quando a roda da frente chegar a zona de lançamento dependendo da velocidade: Ou deixo a bike apenas Fluir; Ou puxo a bike fazendo um “Bunny Hop” (+B+).

  3. É essencial manter a bike direita para conseguir chegar mais longe.

  4. Quando se aproxima a aterragem tenho de aterrar de modo a amortecer o impacto, aperrando em velocidade com a bike paralela a aterragem.

(+B+) Bunny Hop (Puxar a bike sem auxilio de qualquer rampa):

  1. Vou no chão a direito em posição de equilibro com pouca velocidade.

  2. Ao chegar ao obstáculo (passeio, banco, tronco,…) puxo o guiador e roda da frente até atingir a altura do obstáculo.

  3. Com os pés ligeiramente inclinados puxo os pedais para cima e consequentemente a roda de tráz também levanta.

  4. Mantenho a bike direita no ar, flectindo as pernas.

  5. A aterragem deve ser feita na roda de tráz e/ou em “Manual” (+M+)

(+M+) Manual (Ir com roda da frente levantada sem pedalar)

Fazer um Manual (Num shore)

Como fazer um manual:

  1. Puxar a roda frente até atingir o ponto de equilibrio

  2. Manter o ponto de equilibrio: Se for a cair para tráz dou um toque de travão (tráz) para que a roda da frente desça para manter o ponto de equilibrio; Se for a cair para a frente dou impuso com o pés nos pedais de forma a levantar a roda da frente para manter o ponto de equibrio.

  3. Vai em manual até onde quizeres xD

Fazer um WallRide

WallRide é basicamente andar com bike em paredes verticais ou quase verticais.

Isto exige já alguma técnica:

  1. Vou em direcção a parede com alguma velocidade.

  2. Com ou sem rampa de lançamento puxo um Bunny Hop e empurro ligeiramente a bike contra a parede.

  3. Durante a execução tento mater a bike o mais paralela ao chão e perpendicular à parede.

  4. Ao começar a chegar ao chão vou diminuindo gradualmente a inclinação da bike.

Depois de dominar estes saltos passamos as manobras, para efectuar uma manobra correctamente é sempre necessário ir concentrado, com velocidade adquada e em posiçao de equilibrio e também no final aterrar sempre de modo a não haver impacto.

Fazer “One Hand”

  1. Para fazer “One Hand” deves tirar a mão quando a bike já está equilibrada no ar, aconcelho a tirar a mão esquerda para que a mão direita fique sempre na manete no travão de tráz.

  2. Coloca a mão antes de aterrar exepto se quizeres fazer um “One Hand Lander”.

Fazer “No Hands”

 

  1. Para fazer iniciar o “No hands” aconcelho a primeiro agarrar o banco no meio dos joelhos,

  2. Depois de ter avontade a tirar as duas mãos uma de cada vez, começa tirar as duas ao mesmo tempo

  3. Mas atenção, não tentes logo um suicide* tenta primeiro ir com as mãos ao capacete ou aos joelhos.

  4. Se aterrares sem mãos e sem cair fazes um ” No Hands Lander”.

Fazer “No Hands Suicide”

 

Depois de teres avontade a tirar as duas mãos tenta o suicide:

  1. primeiro tiras as mãos
  2. depois á medida que levas as mão atráz das costa inclina o tronco para tráz.

Cuidado: Quando se tiram as mãos para não agarrar a manete no travão quando se voltam a por as mãos no guiador!!!

Fazer “One Foot”

 

  1. Para fazer “One Foot” deves tirar o pé quando a bike já está equilibrada no ar, aconcelho a tirar o pé do pedal que está a frente para que o outro pé apenas rode o eico pedaleiropara tráz sem influenciar a trajectória da bike.

  2. Coloca o pé antes de aterrar exepto se quizeres fazer um “One Foot Lander”.

Fazer “No Foot”

 

  1. No “No foot” tiras os dois pés ao mesmo tempo quando a bike está ainda a subir

  2. Depois abres mais ou menos as pernas esticadas conforme o tempo que tens no ar.

Fazer “No Footed Can Can”

 

Esta manobra é um pouco mais complicada:

  1. É presiso estar muito avontade com os “No Foot’s” abuzados.

  2. Primeiro um pé passa por cima do tubo superior so quadro,

  3. Depois o pe contrario sai também do pedal

  4. Por fim esticam se as duas pernas paralelamente uma á outra.

Fazer “WhellCliker”

  1. No “WhellClicker” também é presiso esta muito avontade com “No Foot’s” abuzados,

  2. Primeiro tiram se os pés dos pedais como um “No Foot” normal,

  3. Depois em vez de os pés subirem para o lado, sobem para cima até ficarem mais altos que o guiador.

  4. De seguida tens de chegar o rabo para a frente para conseguir bater os pés por cima dos braços.

Fazer “Superman”

O “Superman” é uma manobra mitica:

  1. Começa quando a bike esta a subir no ar, saltas nos pedais para cima.

  2. Quando tiveres com o tronco paralelo ao chão, dás os esticão com as pernas e mantens as pernas o mais juntas possivel.

  3. Estica tudo o que puderes e depois volta posição inicial.

Fazer “Tri-Star”

O “Tri-Star” é fazer um “No Footed One Hand”:

  1. Primeiro faz-se o “No Foot”

  2. Só depois de se faz “One Hand”

  3. Por fim mantêm se no ar algum tempo e volta a posição inicial para aterrar.

Fazer “Nothing”

 

No “Nothing” é presiso largar a bike por completo:

  1. Primeiro faz se o “No Foot”

  2. Só depois se faz o “No Hands”

Atenção: fazer enquanto a bike se encontra a subir no ar!!!

Fazer “X-UP” 

Um “X-UP” é quando o guiador passa dos 180º existe tabém o “X-UP 270″

  1. Antes de iniciar a rotação do guiador, no ar, chegar s joelho um pouco mais tráz esticando um pouco as pernas.

  2. Depois rodar o guiador até fazer 180º ou até sentir os braços a tocar um no outro cruzados.

Fazer “Table Top”

 

“Table Top” a minha manobra preferida!!! (colocar abike paralela ao chão)

  1. Sair do salto direito

  2. Ganhar altura

  3. Começar a virar o guiador empurrando a testa do quadro e puxando a roda de tráz comos pés nos pedais.

  4. Manter os joelhos junto ao quadro e mais ou menos juntos.

Fazer ”Whip”

No “Whip” apenas torcemos a bike para um dos lados.

  1. Primeiro viramos a roda da frente para o lado contrario que queremos vivar a trazeira.

  2. Puxamos a frente para esse lado e empurramos a trazeira para o outro.

  3. Depois de atingir o ponto…

  4. Viramos novamente a roda da frente para o outro lado e endireitamos a bike.

Fazer “Kiss of Death”

Dar um “beijinho na roda” xD

  1. Ao sair do salto puxar a frente e ao memso tempo inclinares te para a frente até ficares com o guiador na zona da barriga

  2. Inclinas a cabeça para frente para junto da roda

Fazer “Kiss od Death One Foot”

  1. É igual ao “Kiss of Death” mas ao mesmo tempo que inclinas o tronco para frente tiras um pé do pedal para tráz.

Tópico: Manual de Manobras



Leia mais: http://downhillclub.webnode.com.br/manobras-freeride-bmx/
Crie seu site grátis: http://www.webnode.com.br

 

60º - Manobra em que o surfista executa uma volta completa em torno de si mesmo (com sua prancha) e continua na mesma direção.

Aerial - Vôo com a prancha.

Aerial 360º - Variação dificílima da manobra supra citada, onde o surfista executa a mesma durante um vôo com a prancha.

Batida - Manobra em que o surfista acerta a crista da onda com a parte de baixo da prancha.

Cut back - Manobra em que o surfista volta na direção contrária da onda e depois retorna na direção normal.

Dropar - Significa descer a onda da crista até a base.

Floater - Manobra em que o surfista flutua, quase sem contato, com a crista da onda, quando ela já está quebrando.

Grab Rail - Manobra que o surfista coloca a mão na borda da prancha para pegar um tubo de back side.

Tail Slide - Manobra em que o surfista derrapa a rabeta da prancha. Pode ser conjugada com outras manobras. Ex: Aerial 360º com Tail Slide.

Tubo - Manobra em que o surfista fica dentro da onda.

Rasgada - O surfista joga a rabeta da prancha para frente e vira o corpo para onda.

Aério - Quando o surfista decola sobre a onda e retorna com perfeição.

Cavada - O surfista vai até embaixo da onda e sobe para realizar uma manobra.

Floater - Manobra em que o surfista fica sobre a crista da onda.

 

Enquete

voce gostou do meu site?

sim (2)
100%

não (0)
0%

medio (0)
0%

Total de votos: 2

Novidades

campeonatos

19/10/2011 15:16
9/9/2011 - Esportes  Campeonato de skate acontece em Ubatuba no dia 25 de setembro  A Secretaria de Esporte e Lazer da Prefeitura de Ubatuba, com organização da “Yes Produções” e apoio do Governo do Estado e da Trash Board Shop, vai realizar no próximo dia 25 o 1º Campeonato municipal...

produtos para skate

18/10/2011 14:36
  Apresentação LIGA TRUCKS from liga trucks on Vimeo. Depois de anos pesquisando e desenvolvendo seu principal produto, a Liga Trucks finalmente entra no mercado brasileiro. Uma marca desenvolvida e pensada por skatista para skatista. O foco da Liga Trucks é o...

manobras

09/10/2011 17:26
  Snowboard Madness Desça as montanhas cheias de neve com seu snowboard em disputas acirradas. Utilize as rampas para fazer manobras...

manobras

09/10/2011 17:22
    Agenda de eventos II Encontrão Atrito BMX irá reunir BMXers em praça de Petrópolis Petrópolis vai receber, nesse domingo, mais um Encontrão Atrito BMX. A segunda edição do evento acontecerá na Praça Duque de Caxias a partir das 9 horas da...

novidades

09/10/2011 14:48
No último sábado (01/10) aconteceu o primeiro campeonato Unit de Skate durante a Feira do Vestibular – Feivest, realizada na Universidade Tiradentes em Aracaju/SE.Pelo terceiro ano consecutivo a Universidade incluiu o skate na programação do evento que disponibiliza a estudantes do Ensino Médio e...

campeonatos de skate

08/10/2011 13:31
  A Round One foi realizada durante o ano de 2008, em parceria com a saudosa Galeria Adesivo, essa proposta de happy-hour, ou “aquecimento sonoro”, como era denominada, propunha misturar música com arte e proporcionar um ambiente agradável para todo o público presente....

Site lançado

08/10/2011 13:30
Nosso novo site foi lançado hoje. Explique aos seus visitantes porquê você iniciou uma nova apresentação e como ela os beneficia. Mencione os seus objetivos e as vantagens do seu projeto. Tente brevemente dar motivos para seus visitantes retornarem à sua página.

skate

08/10/2011 09:26
lembrem  de  treinar  muito